Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 11 > Paulo Guedes defende descentralização de recursos para fortalecer Federação

Economia

Paulo Guedes defende descentralização de recursos para fortalecer Federação

Plano Mais Brasil

Ministro da Economia, acompanhando o presidente Jair Bolsonaro, entregou três Propostas de Emenda Constitucional ao Congresso nesta terça-feira (5/11)
por publicado: 05/11/2019 18h54 última modificação: 06/11/2019 15h03

Terça, 05 de Novembro de 2019 Entrega do Plano mais Brasil – transformação do Estado no Congresso Nacional

“Estamos descentralizando recursos para estados e municípios, de forma a fortalecer a Federação brasileira e transformar o Estado brasileiro”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, na solenidade de entrega de três Propostas de Emenda à Constituição (PECs) no Senado nesta terça-feira (5/11). As PECs são a do Pacto Federativo (Plano Mais Brasil), que muda a distribuição de recursos entre União, estados e municípios; a Emergencial, que pretende reduzir gastos obrigatórios; e a que revisa Fundos Públicos.

A cerimônia teve a participação do presidente da República Jair Bolsonaro, que comemorou a união dos poderes Executivo e Legislativo na concepção e apresentação das propostas. “As propostas agora serão aperfeiçoadas pelos senhores”, enfatizou o presidente, dirigindo-se a deputados e senadores. 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia,o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni e parlamentares das duas casas legislativas participaram da solenidade. “Os brasileiros esperam respostas do Executivo e do Legislativo. O Brasil espera de nós essa conciliação”, afirmou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, referindo-se à união entre os poderes. 

O ministro Paulo Guedes salientou que o conjunto de propostas entregue ao Congresso nesta terça tornará possíveis “as transformações do Estado brasileiro, para que ele possa fazer políticas públicas de forma descentralizada”. Sobre a PEC do Pacto Federativo, especificamente, o ministro ressaltou: “São recursos que serão transferidos para estados e municípios para saúde, educação, saneamento, segurança. O dinheiro tem que estar na ponta, tem que estar onde o povo está, e é isso o que o presidente está fazendo: cumprindo uma proposta de campanha”. 

Guedes agradeceu o apoio do Senado ao levar a Reforma da Previdência para estados e municípios, “fortalecendo a nossa Federação”. As PECs precisam ser aprovadas em dois turnos de votação no Senado e em outros dois turnos na Câmara, antes de serem promulgadas e entrarem em vigor.

Banner - Plano

  

Matérias relacionadas

Executivo e Legislativo propõem mudanças na Constituição para País consolidar nova ordem fiscal

Paulo Guedes defende descentralização de recursos para fortalecer Federação 

Mansueto Almeida afirma que ajuste fiscal corrigirá o problema das despesas obrigatórias

Guedes anuncia pacto federativo e ressalta importância das medidas para futuras gerações

PEC do Pacto Federativo garante maior autonomia e mais responsabilidade a todos gestores públicos

PEC Emergencial vai proporcionar economia de R$ 50 bilhões em 10 anos

Recursos de Fundos Públicos deverão ajudar a melhora a gestão da dívida



Multimídia