Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 07 > Economia participa de seminário sobre política fiscal na FGV

Economia

Economia participa de seminário sobre política fiscal na FGV

Fazenda

Secretário de Fazenda Waldery Rodrigues abrirá o evento na segunda-feira (8/7) em Brasília
por publicado: 05/07/2019 12h47 última modificação: 05/07/2019 15h49

A criação de um ambiente macroeconômico favorável no país – com entrada de investimentos privados, forte geração de empregos e ampliação do PIB per capita – depende, sobretudo, da redução da dívida pública. Partindo dessa premissa, o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior, apresentará uma palestra na próxima segunda-feira (8/7), na Fundação Getúlio Vargas (FGV) de Brasília, durante a abertura do seminário “Os caminhos da política fiscal no Brasil”.

 De acordo com o secretário, para controlar a relação “dívida x PIB” é necessário agir em três frentes: fluxos primários (combater o crescimento das despesas e ampliar receitas sem subir impostos), fluxos financeiros (reduzir despesas com juros e impedir a União de emprestar recursos a um custo menor do que ela se endivida) e ajustes patrimoniais (liquidar fundos que não se justificam como política pública, além de vender ativos mobiliários e imobiliários).

Para o secretário, a Nova Previdência será o marco para iniciar a redução da dívida. “Ao apresentar uma proposta robusta, capaz de garantir o direito à aposentadoria para as próximas gerações, dentro de um sistema sustentável, o governo federal está dando um passo importante à retomada do crescimento”, avalia, acrescentando que, hoje, o déficit previdenciário é o maior obstáculo para que o Brasil atraia investimentos, gere empregos e equilibre suas contas.