Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Fevereiro > Cerimônia marca início da oferta de ações da Petrobras detidas pelo BNDES

Economia

Cerimônia marca início da oferta de ações da Petrobras detidas pelo BNDES

Desinvestimento

Em discurso, secretário Salim Mattar defendeu melhor alocação dos recursos públicos para qualidade de vida do cidadão
por publicado: 10/02/2020 16h15 última modificação: 10/02/2020 19h16

O secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Salim Mattar, participou na sexta-feira (7/2), em São Paulo, da cerimônia que marcou o início da oferta global de 734.202.699 ações ordinárias da Petrobras, cuja titularidade está com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O preço por ação foi fixado em R$ 30, perfazendo o total de R$ 22 bilhões.

 “O que o governo brasileiro deseja é reduzir o tamanho do Estado. Há uma má alocação de recursos públicos em atividades que não geram retorno, não impactam a qualidade de vida do cidadão. Não basta apenas melhorar, temos que fazer uma transformação do Estado”, declarou Salim Mattar.

Também participaram da cerimônia o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, o diretor de Mercados e Restruturações de Empresas do BNDES, Leonardo Cabral, e o presidente da B3, Gilson Finkelsztain.