Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notas à imprensa > 2019 > 12 > Angola antecipa pagamento do saldo devedor com o governo brasileiro

Economia

Angola antecipa pagamento do saldo devedor com o governo brasileiro

Nota à Imprensa

Operação envolve contratos de financiamento com BNDES e Tesouro nacional
por publicado: 06/12/2019 16h40 última modificação: 06/12/2019 16h44

Em 3 de dezembro de 2019, a República de Angola concretizou o pagamento integral do saldo devedor (da ordem de USD 589 milhões) de sua dívida com o governo brasileiro. O pagamento antecipou a quitação de todos os contratos de financiamento vigentes com o Tesouro Nacional e com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), os quais maturariam até 2024. No período mais recente da relação financeira entre os governos dos dois países, a dívida total de Angola com agentes financeiros brasileiros chegou a USD 5 bilhões.

Entre 2005 e 2017, Brasil e Angola firmaram seis Memorandos de Entendimento para ampliar os montantes de financiamentos às exportações brasileiras por meio do uso de contra garantias em conta-petróleo abastecidas pelo governo angolano.
O BNDES financiou 84 operações no país africano que somaram USD 4.4 bilhões, por meio de linha de crédito Finame. Esses financiamentos foram garantidos pela União, por meio do Seguro de Crédito à Exportação, e o saldo devedor quitado agora foi de aproximadamente USD 581 milhões.

O Tesouro Nacional direcionou recursos da linha PROEX-Financiamento (que tem o Banco do Brasil como agente financeiro) para um total de 37 operações em Angola. Os desembolsos totalizaram USD 628.5 milhões e o saldo devedor quitado agora, referente às últimas quatro operações em aberto, foi de aproximadamente USD 8.3 milhões.